Curso MOPP Maranhão – Onde fazer

By | 2 de dezembro de 2019

O Estado do Maranhão comporta diversos hospitais e outras empresas que têm lixos que são tóxicos ou que podem oferecer determinado perigo. Por causa disso, o seu transporte precisa ser realizado pelos que têm curso de Movimentação de Produtos Perigosos (MOPP) e com a especificação de que esse curso terá de ter 50 horas aula, pois isso é solicitado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Os requisitos apresentados para se fazer o curso MOPP é não ter infração grave ou gravíssima ocorrida no último ano, além de ter 21 anos. Os condutores de cargas perigosas precisam estar habilitados entre a categoria B e a categoria E, lembrando que é proibido que a sus CNH já tenha sido cassada.

Os peróxidos orgânicos são algumas das substâncias que poderão ser transportadas quando se tem o certificado MOPP, assim como as que são corrosivas e as que têm potencial para explodir.

Curso MOPP Maranhão – onde fazer

O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem em Transporte (SENAT) do Maranhão têm esse tipo de curso e de acordo com as especificações apresentadas pelo Contran. Vale a pena recorrer a essas duas organizações porque seu curso abarca todas as principais substâncias e as unidades do SEST SENAT estão bem localizadas:

– São Luís, na Avenida João Pessoa, no 242, em Jordoa. O seu contato telefônico é (98) 3216 4614, além de haver o fax, que é (98) 3216 4613;

– Imperatriz, na Rodovia BR 010, no km 258, em Santa Rita. O seu número de telefone é o (99) 3526 9580, sendo esse o mesmo do seu sistema de fax.

MOPP à distância

É indispensável que o curso de Movimentação de Produtos Perigosos seja presencial ou que, ao menos, tenha as 50 horas aula. No caso da versão EAD que o SEST SENAT tem, ela é de 20 horas e somente para dar determinadas informações mais gerais para os futuros condutores. Esse curso é achado em https://ead.sestsenat.org.br/cursos-disponiveis/transporte/95-cursos/transporte/203-movimentacao-de-cargas-perigosas e é bom reforçar que ele não substitui o curso tradicional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *